Pilates ajuda a fortalecer coluna, músculos da coxa e assoalho pélvico






Fortalecer a coluna, os músculos da coxa e o assoalho pélvico garante uma postura, uma tonicidade e uma mobilidade melhores.

O pilates valoriza a concentração, a precisão, a fluidez e a respiração e hoje é uma técnica reconhecida para prevenção e tratamento de problemas na coluna.

Falarei sobre como funciona a coluna vertebral e o que ocorre nos desvios mais comuns, como escoliose, cifose e lordose. Eles ensinaram, ainda, a respirar corretamente e mobilizar toda a caixa torácica.

A coluna precisa ser forte, para sustentar o esqueleto, e ao mesmo tempo maleável, para permitir uma grande quantidade de movimentos. Isso é possível intercalando estruturas rígidas, como as vértebras, com estruturas macias, como os discos intervertebrais, que absorvem o impacto e permitem a movimentação.

Os músculos têm um papel fundamental para uma postura correta, pois servem de sustentação dos ossos. Eles estão alojados junto das vértebras, por isso, se fortalecidos, ajudam a sustentá-las.

Os músculos da coxa também interferem na postura. Eles nascem na frente da coxa, cruzam a pelve e passam por trás da coluna. Por isso, é importante alongá-los, pois o encurtamento pode "jogar" a coluna para frente.


O fortalecimento da pelve também é muito importante, pois ela serve de base para a coluna.

Uma postura perfeita, porém, só existe em livros. Um desvio ou outro é natural, mas é necessário conhecer essas alterações e aprender a viver com elas.


No estúdio, os especialistas passaram uma sequência de exercícios na parede, que podem ser feitos com halteres de 1 kg ou 1,5 kg, ou ainda um saco de feijão. Depois, eles fizeram um movimento deitado, usando uma toalha de praia para se erguer e puxando atrás da coluna.

Bolsas ou mochilas pesadas não provocam escoliose porque não configuram a sobrecarga assimétrica, intensa e contínua, como tênis e basquete, por exemplo.


Principais desvios na coluna:

Escoliose: Desvio lateral associado a rotações da vértebra. A curva pode ser em forma de C (normal ou ao contrário) ou em S (normal ou ao contrário). Desenvolve-se durante o crescimento da coluna. Os ombros e a pelve ficam desnivelados. Pode surgir porque a pessoa sobrecarregou muito um lado do corpo com atividades intensas e prolongadas.


Lordose: Curva no sentido de um "C"

Cifose: Curva no sentido de um "C" ao contrário na região entre a lombar e a cervical

Fonte: Bem Estar

Comente: