Pilates e Massoterapia





Pilates é a nova tendência da Fisioterapia. Criado pelo alemão Joseph Pilates próximo dos anos 20 na Europa. Ele foi preso em um campo de concentração no período da primeira guerra mundial, tornou-se enfermeiro, criou exercícios que exigiam concentração e precisão nos movimentos, assim treinando seus companheiros. Os internos daquele campo de concentração não apresentaram a grande epidemia de gripe, que matou milhares de pessoas daquela época. A partir deste fato sua técnica foi reconhecida.

Pilates são exercícios que apresentam um grau de dificuldade conforme o limite de cada indivíduo, sempre exigindo o controle da respiração e coordenações dos movimentos.

Benefícios do Pilates:

Melhora da Postura;
Flexibilidade;
Coordenação motora;
Condicionamento físico;
Força;
Alívio de dores e estresse.

A Massoterapia vem proporcionar através das mãos do Terapeuta, o relaxamento e o alívio de tensões que estão relacionadas ao estresse decorrente da atual rotina de vida que estamos submetidos. Esta é utilizada como recurso terapêutico desde os tempos da pré-história, sendo usada nos banhos pelos gregos e romanos para assegurar saúde e beleza. A massagem clássica ou mais conhecida como relaxante promove alívio das dores musculares, melhora a circulação sanguínea e linfática. A drenagem linfática, outro recurso, tem como objetivo principal drenar o excesso de fluido, diminuindo edemas, linfedemas, queimaduras e previne fibro edema gelóide (celulite). As contraindicações da Massoterapia são processos infecciosos, neoplasias, trombose venosa profunda, erisipela, dentre outras lesões de peles.

Recursos e técnicas utilizadas:

  • Bambuterapia;
  • Drenagem linfática;
  • Massagem clássica.



Comente:

Nenhum comentário