Pilates no Tratamento do AVC






O Acidente Vascular Encefálico (AVE) decorre de um distúrbio na circulação cerebral, por mais de 24 horas, podendo resultar da oclusão parcial ou total de algum vaso que supre o encéfalo, levando à isquemia tecidual, ou de ruptura desse vaso, levando à hemorragia intraencefálica, o que ocasiona lesões nos tecidos cerebrais e déficits sensório-motores.

Portanto, existem dois tipos de AVE:isquêmico e hemorrágico. O AVE isquêmico ocorre devido à presença de placas de ateroma, êmbolos ou trombos em artérias ou veias. O AVE hemorrágico decorre da ruptura de um aneurisma
cerebral, hipertensão arterial ou traumatismo craniano, dentre outros.

Os fatores de risco mais consideráveis para o desenvolvimento de um acidente vascular são idade, gênero, raça, antecedentes familiares, hipertensão arterial, diabetes mellitus, aterosclerose, presença de cardiopatias, elevados níveis de colesterol no organismo, etilismo, tabagismo, sedentarismo, obesidade, estresse e uso de anticoncepcionais orais.

As características clínicas mais comuns em indivíduos que sofreram AVE são paralisia parcial ou total de um hemicorpo, perturbações no controle da postura, equilíbrio, locomoção e propriocepção, alterações mentais, visuais, de linguagem e deglutição, déficits sensitivos e motores, fraqueza muscular, espasticidade e
incoordenação motora

O Pilates apresenta vários benefícios que visam à prevenção, bem como a redução de riscos de lesões que possam vir a ocorrer, além de trazer um alívio às dores crônicas em especial os problemas de coluna.

Por abranger o nosso corpo de uma maneira uniforme, vai fortalecer, equilibrar e alongar a musculatura da coluna vertebral, trazendo um maior alinhamento e em determinados casos trazendo uma descompressão das tensões existentes, bem como gerar um alívio de pinçamentos e compressões dos disco o que gera um estímulo a circulação na região.

Um tipo de paciente que o Pilates pode ajudar bastante é o paciente que já teve AVC. Por mais que exista uma lesão encefálica pré-estabelecida, os estímulos são importantes para o processo de reabilitação, porém esses estímulos devem vir de forma correta.

Com todos os seus princípios e a busca por um alongamento axial constante e a ativação de musculaturas muitas vezes "adormecidas", o Pilates faz com que esse perfil de paciente se beneficie com sua prática. Graças a ajuda a restaurar a boa postura, alinhamento vertical do corpo, corrigindo os desequilíbrios musculares, melhorando a flexibilidade e fortalecendo os músculos posturais.


Aposte no Pilates para pacientes que sofreram um AVC. Este livro  digital Pilates nas Patologias Neurologicas foi elaborado com o intuito de fornecer informações claras e precisas a respeito do funcionamento normal do corpo humano. Alguns conceitos básicos de neurologia e como os sistemas podem ser afetados por patologias neurológicas também são explanados. Explica como o pilates pode ser usado como recurso terapêutico e de reabilitação nesses casos em específco. Adquira aqui!



Comente:

Nenhum comentário