Pilates melhorando sintomas da Hérnia de Disco





A hérnia de disco é um problema que afeta mais de 2 milhões de pessoas por ano no Brasil. A doença provoca perda da força e dores na coluna. Muitos pacientes, incomodados, acabam recorrendo a procedimentos cirúrgicos sem necessidade.

De acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a chamada dor nas costas está presente em 80% da população mundial adulta, sendo que grande parte desse percentual apresenta casos de hérnia de disco lombar. O problema surge devido ao desgaste da estrutura entre as vértebras, que acaba comprimindo os nervos da região e provocando inflamação.

Este processo pode causar extrema dor e desconforto e, em muitos casos, impossibilita as pessoas de realizarem tarefas simples, como abaixar e levantar, por exemplo.

Os sintomas mais comuns da hérnia de disco são:

  • Irradiação
  • Formigamento
  • Parestesia
  • Perda de Força Muscular
  • Sentidos em Membros Inferiores – quando a Hérnia é na Lombar
  • Sentidos em Membros Superiores – quando a Hérnia encontra-se na Cervical

A gravidade dos sintomas depende da compressão dos tecidos adjacentes e quanto maior os sintomas, maior é a gravidade do problema, sendo necessária, algumas vezes, a cirurgia.

A realização de exercícios é uma ótima opção para o tratamento da hérnia, uma vez que melhora a mobilidade e estabiliza a coluna vertebral, assim como aumenta a força muscular, melhora coordenação motora e condicionamento aeróbico geral.

A melhora dos sintomas inicia-se a partir do princípio de estabilização da coluna por meio da respiração associada à contração do powerhouse (músculos profundos do abdômen e de toda a região do quadril, responsáveis pelo suporte da coluna lombar).

Acontece assim um realinhamento da postura, redistribuição adequada da carga no corpo, e desta forma o reequilíbrio muscular.

Durante o tratamento com o método Pilates aplicado à hérnia de disco, ocorre melhora na mobilidade da coluna, fazendo com que as articulações movimentem-se e desta forma mantenham-se saudáveis.

O fortalecimento e alongamento promovidos pela prática do Pilates aumenta a proteção dos discos intervertebrais e o alinhamento postural.

Desta forma os sintomas melhoram, e assim com a diminuição da dor o indivíduo retorna a pratica das AVD'S, assim como atividades físicas e profissionais de uma forma segura.

Os músculos abdominais, principalmente os transversos e os oblíquos, são responsáveis pela pressão intra-abdominal a qual age sob o diafragma servindo como um mecanismo de atenuação das cargas compressivas sobre os discos intervertebrais.

Os exercícios de fortalecimento desta musculatura no Pilates aplicado à Hérnia de Disco melhoram a nutrição do disco, pois aumentam a difusão passiva de oxigênio e diminuem a concentração de hidrogênio.

Para entender melhor o trabalho de Pilates aplicado a Hérnia de Disco, eu indico o livro digital da VOLL Pilates, um guia excelente que serve para entendimento de como trabalhar essa patologia com o Pilates. Clique aqui!



Comente:

Nenhum comentário