Aplicação do Pilates para pacientes neurológicos






O Pilates pode ser indicado para a reabilitação de pacientes pós-cirúrgicos, que apresentam dor aguda, seqüelas neurológicas decorrentes de AVC's (acidente vascular cerebral), parkinson, distrofias musculares, entre outras e em patologias que acometem as diversas articulações do corpo, como artroses, tendinites, torções, estiramentos musculares, entre outros. O trabalho de reabilitação é bastante utilizado em pacientes que se encontram no período pré e pós-parto.

Um dos pacientes que tem uma grande melhora com o Pilates são os pacientes neurologicos. Os pacientes neurológicos apresentam sequelas como alterações de tônus muscular, diminuição de força muscular, desequilíbrio, dificuldade no andar, déficit do controle motor, sensibilidade, diminuição da flexibilidade, alterações posturais e respiratórias e dificuldade de concentração, estes fatores levam a diminuição da independência física e como consequência diminuição da qualidade de vida. Mas através dos exercícios do Pilates trabalha-se o equilíbrio muscular, pois fortalece e alonga a musculatura de forma global, mantendo a flexibilidade, o tônus e a força muscular; o principal é a qualidade do movimento e não a quantidade do mesmo, a precisão dos movimentos e a concentração durante os exercícios são de grande importância, melhorando, assim, o controle motor, a consciência corporal e a coordenação dos movimentos.

Os atendimentos de Pilates voltados para a parte de reabilitação vão fazer uso de todos os acessórios dentre eles estão: bolas de diferentes dimensões, thera-bands, rolos, discos de propriocepção, bastão, magic circle, entre outros. Porém no início do processo de reabilitação se recomenda iniciar nos equipamentos de mecanoterapia, com o intuito de serem facilitadores para a execução dos movimentos, com a função de auxiliar a realização do movimento consciente ao estimular e desafiar a execução de forma tanto assistida como resistida, são eles: cadeira Combo ou Wanda, Cadillac ou Trapézio, Reformer, Wall Unit ou Unidade de Parede e o Ladder Barrel ou Baril. No solo, onde não se faz uso de nenhum tipo de equipamento ou acessórios, são mais recomendadas para pessoas que apresentam um domínio maior do seu corpo, pois são consideradas como exercícios mais avançados.

Para trabalhar com Pilates na Neurologia, tenho uma dica especial para te dar, a indicação de um livro digital sobre Pilates em patologias neurológicas.

Só clicar aqui!



Comente:

Nenhum comentário